Imagem Palestrante

Andriei Gutierrez

Dia 18/10 - 11h00 - Palco Nação Digital

Por Um Brasil Digital e Conectado

Palestras disponíveis para credenciais:
cxo immerse


Andriei é executivo de Assuntos Governamentais e Regulatórios focado em influenciar os tomadores de decisão públicos e privados brasileiros na defesa de um projeto de construção de nação para a era digital.

O executivo tem Ph.D. em ciência política (UNICAMP) e relações industriais (Université de Provence). Além disso, possui 15 anos de experiência no atendimento a empresas e instituições de pesquisa em áreas como ciências sociais, tecnologia, mineração, logística, comércio e bens de capital.

Ingressou na IBM em junho de 2015 como gerente de Assuntos Governamentais e Regulatórios, desde então tem sido um de seus principais interlocutores para Proteção de Dados e Privacidade no Brasil. Antes disso, trabalhou na Vale SA e na Associação Brasileira de Bens de Capital (ABIMAQ), sob a responsabilidade estava a área de assuntos corporativos, negociando com governos em todo o mundo. Em sua experiência no mundo acadêmico, destaca-se sua atuação como pesquisador de Ciência Política em uma das universidades mais prestigiadas do Brasil, a UNICAMP.

Na Associação Brasileira de Softwares (ABES), Andriei lidera o Comitê Regulatório e na Associação Brasileira de ITC (BRASSCOM) lidera o Grupo de Trabalho de Políticas Digitais e Inovação. Ele também é cofundador e coordenador do Movimento Brasil Digital País, uma iniciativa multistakeholder liderada pela ABES com o objetivo de promover uma Transformação Digital.

O Brasil precisa explorar a fronteira da inovação em suas organizações públicas e privadas para aumentar produtividade, eficiência e níveis de serviços na nova economia digital. As vantagens brasileiras deverão ser aproveitadas para superar os desafios e avançar na digitalização da sua economia, principalmente nas principais áreas do seu desenvolvimento como serviços públicos (educação, saúde e segurança pública), capacitação de mão de obra e a competitividade de sua indústria e agricultura. Esta última, por exemplo, é uma das mais especializadas e produtivas do planeta.

Já na saúde, a convergência entre o espaço físico e o virtual e o uso intensivo de dados e inteligência artificial, possibilitarão ao Brasil aumentar a abrangência e viabilidade econômico do atendimento do seu sistema público de saúde. Essas oportunidades do futuro requerem das pessoas maior capacidade de raciocínio lógico, análise crítica, aptidões para trabalho coletivo e cooperativo e criatividade. A evolução da sociedade requer uma educação digital e conectada para preparar mais e melhor os cidadãos e elevar o bem-estar e o desenvolvimento socioeconômico do Brasil.

A Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), elaborou, em parceria com outras entidades do setor e com contribuições do público em geral, o Manifesto por um Brasil Digital e Conectado. O documento reúne diretrizes e propostas relevantes para a alavancagem do Brasil na corrente e competitiva Economia Digital, materializada na 4ª Revolução Industrial, e na Sociedade da Informação.